• Home /
  • Orientações sobre a Covid-19
  • Compartilhe este conteúdo:

ESA - Externato Santo Antônio

Orientações sobre a Covid-19

A COVID-19 é uma doença viral, causada pelo coronavírus SARS-CoV-2. Seu quadro clínico varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves, onde cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar.

O agente deste coronavírus foi descoberto em dezembro de 2019, através de casos registrados na China. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus.

Quais são os sintomas?

Seus sintomas variam, desde um simples resfriado até uma pneumonia. Os mais comuns são:

  • Tosse;
  • Febre;
  • Coriza;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para respirar.

Como é a transmissão?

Sua transmissão pode ocorrer de um indivíduo doente para outro, ou por contato próximo com fluido contaminado, como:

  • Aperto de mãos;
  • Gotículas de saliva ou muco;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Como prevenir a contaminação?

As recomendações de prevenção à COVID-19, conforme orientações do Ministério da Saúde, são as seguintes:

  • Lavar com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.
  • Cobrir nariz e boca ao tossir ou espirrar, sempre com lenço ou com o braço, não com as mãos.
  • Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar estas regiões, lavar sempre as mãos como já indicado.
  • Manter distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.
  • Evitar abraços, beijos e apertos de mãos, adotando um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Dormir bem e manter uma alimentação saudável.
  • Manter os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Higienizar com frequência celulares e brinquedos das crianças.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Evitar a circulação desnecessária em ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Sempre que puder, fique em casa.
  • Sempre que precisar sair de sua residência, utilizar máscaras de proteção, mesmo as caseiras ou artesanais, feitas de tecido.

E se eu ficar doente?

Caso você se sinta doente, com sintomas de gripe, evitar contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos. Permaneça em casa por,no mínimo, 14 dias.

Atenção: Só procure um hospital de referência ou serviço de saúde se estiver com falta de ar. Isto evita a circulação desnecessária pelas ruas e reduz a disseminação da doença na sociedade.

No Rio de Janeiro, o hospital especializado neste tipo de atendimento é o INIInstituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz.

Os laboratórios de referência para testes de coronavírus no estado são o Laboratório de Biologia Celular do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) e o Laboratório Central Noel Nutels (LACEN-RJ).

O Ministério da Saúde ainda divulgou uma listagem oficial dos postos de saúde que prestam atendimento ao COVID-19, disponível para download aqui.

Referências:
Ministério da Saúde – Portal COVID-19
https://coronavirus.saude.gov.br/

Fale conosco

Autorizo o envio das informações preenchidas e concordo com a política de privacidade.

Contato